GD Virtual - Sites e Sistemas Inteligentes
ÚLTIMAS NOTÍCIAS
Publicidade

VOTUPORANGA TEM BAIXA PERDA DE ÁGUA TRATADA

SAEV comemora Dia Mundial da Água com percentual melhor que a média

Publicado em: 22 de março de 2018 às 06:59

VOTUPORANGA TEM BAIXA PERDA DE ÁGUA TRATADA
Tradicionalmente comemorado em 22 de março (quinta-feira), o Dia Mundial da Água foi criado pela Organização das Nações Unidas (ONU) com o intuito de chamar a atenção da população mundial para questões ligadas à preservação e ao uso consciente dos recursos hídricos do planeta.

Ciente da importância de uma gestão responsável desses bens naturais, a Saev Ambiental gera relatórios mensais com os números de perda de água em Votuporanga, a fim de evitar o desperdício, reduzir a produção desnecessária de volumes de água tratada e diminuir os custos com produtos químicos, energia elétrica e mão de obra.De acordo com os últimos dados obtidos pela autarquia, a porcentagem de perdas do município está bem abaixo da média nacional, calculada pelo Sistema Nacional de Informações sobre Saneamento (SNIS). Enquanto o índice de perda do país, segundo o SNIS, é de 36,7%, em Votuporanga, a porcentagem é de 21,4%.

Os números do município são registrados pela Saev, por meio dos macromedidores instalados nos poços profundos e na Estação de Tratamento de Água (ETA). Os dados são comparados com os números faturados, medidos pelos hidrômetros instalados nos imóveis da cidade. A diferença entre o total produzido e o total faturado, é considerado perda.

Em sistemas públicos de abastecimento, as perdas de água correspondem aos volumes de recursos hídricos não contabilizados. Seja por conta de perdas físicas, como vazamentos, quando a água não chega ao consumo; ou não físicas, quando a água consumida não chega a ser registrada, devido a imprecisões e falhas de hidrômetros, ou, ainda, por conta de ligações clandestinas ou fraudes nos dispositivos de medição.Entre as medidas preventivas adotadas pela Saev Ambiental contra as perdas de água no município estão: a substituição de hidrômetros com mais de cinco anos de uso; o desligamento das bombas distribuidoras em períodos de pouco consumo; e a redução e estabilização dessas mesmas bombas, a fim de evitar a sobrecarga da rede, bem como o rompimento de tubulações.

Vale lembrar que a autarquia se utiliza de tubos de PEAD (polietileno de alta densidade) soldados, que apresentam maior resistência à ação do tempo. Em casos de vazamento, a equipe de Operação e Manutenção trabalha 24 horas por dia, inclusive em finais de semana e feriados, a fim de garantir os reparos necessários.

Além disso, a Saev trabalha com a constante fiscalização contra práticas criminosas, como fraudes, furtos de água e ligações clandestinas realizadas em hidrômetros e cavaletes.

Publicidade