GD Virtual - Sites e Sistemas Inteligentes
ÚLTIMAS NOTÍCIAS
Publicidade

ORIENTAÇÃO PROFISSIONAL

Curso de psicologia faz testes vocacionais

Publicado em: 03 de dezembro de 2018 às 18:26

ORIENTAÇÃO PROFISSIONAL

A UNIFEV - Centro Universitário de Votuporanga, com apoio do curso de psicologia, desenvolveu, na manhã do último sábado (dia 1º), um trabalho de orientação profissional e teste vocacional com alunos de escolas estaduais de Votuporanga.

O encontro foi realizado no Auditório da Cidade Universitária, onde os jovens foram recepcionados com um café da manhã.

Após o acolhimento, a docente da graduação em Psicologia, Profa. Ma. Adriana Silva de Oliveira Botelho, acompanhada de estudantes do 8º e 10º período, desenvolveu a atividade baseada em uma escala de aconselhamento profissional. O trabalho consistiu em identificar as principais áreas de interesse destes alunos e, posteriormente, aplicar o teste, que foi analisado pelas universitárias.

Na oportunidade, a professora também discutiu com os jovens fatores influentes na escolha da profissão e as dificuldades em lidar com as dúvidas. “Esse é um momento repleto de indecisões, no qual os adolescentes se veem frente a uma das escolhas mais importantes da vida, que é a de qual profissão seguir. Por esse motivo, é necessário desenvolver uma abordagem que auxilie na melhoria do bem estar e da saúde mental, diminuindo a angústia e a ansiedade desta fase, possibilitando, dessa maneira, que eles façam escolhas mais maduras e conscientes”.

As amigas Nagyla Pedrasse e Raissa Vitória, ambas com 17 anos, se formaram recentemente no Ensino Médio e ainda têm dúvidas quanto à graduação que desejam.

Interessada na área da Saúde, Raissa pensa em cursar Biomedicina, mas não descarta outras opções. Nagyla afirmou que não tem certeza da área em que deseja atuar, mas tem interesse pelo curso de Arquitetura e Urbanismo.

“São muitas opções de graduação disponíveis. Na dúvida, optei por realizar o teste para me conhecer melhor e saber um pouco mais sobre as áreas nas quais me encaixo”, disse Nagyla.

Publicidade