GD Virtual - Sites e Sistemas Inteligentes
ÚLTIMAS NOTÍCIAS
Publicidade

Tribunal de Justiça descarta compra de emendas pelo Grupo Scamatti

Decisão da Justiça afasta envolvimento de empresários e deputados da região

Publicado em: 10 de junho de 2017 às 10:12

Tribunal de Justiça descarta compra de emendas pelo Grupo Scamatti
O Tribunal de Justiça do Estado de Paulo derrubou a tese de que o Grupo Scamatti, de Votuporanga, “comprava” emendas parlamentares para se beneficiar em licitações de obras públicas da região.
A afirmação de que a construtora fazia negócios ilícitos com parlamentares, surgiu após uma investigação do GAECO (Grupo de Atuação Especial do Crime Organizado) nomeada “Operação Fratelli”.

Nela o GAECO alega ter encontrado provas de que o Grupo Scamatti repassava dinheiro a deputados, com a intenção de que os mesmos, destinassem emendas à municípios indicados pelos empresários. Estas verbas seriam aplicadas em obras que provavelmente seriam executados por uma das empresas do Grupo Scamatti.
Depois de uma extensa e minuciosa investigação tanto nas contas da empresa quanto na vida financeira dos parlamentares acusados, o Tribunal de Justiça decidiu que não há provas suficientes para incriminar nem o Grupo Scamatti nem os deputados citados.
“Com o devido acatamento, realizados as diligências que o caso demandava, não emergiram, com a precisão mínima exigida, elementos de convicção que pudessem conferir adequado grau de conformidade sobre o efetivo envolvimento de determinados deputados estaduais com cogitado tipo de prática ilícita, razão pela qual o arquivamento se mostra como medida de rigor”, decidiu o Tribunal de Justiça.
Esta é mais uma decisão da Justiça que inocenta o Grupo Scamatti das inúmeras acusações que sofreu durante a “Operação Fratelli”.



(Com Região Noroeste)

Publicidade