GD Virtual - Sites e Sistemas Inteligentes
ÚLTIMAS NOTÍCIAS
Publicidade

DIA NACIONAL CONTRA EXPLORAÇÃO SEXUAL

Secretaria de Assistência Social tem dia de ações

Publicado em: 15 de maio de 2018 às 19:43

DIA NACIONAL CONTRA EXPLORAÇÃO SEXUAL
Sexta-feira, 18 de maio, é o Dia Nacional de Combate ao Abuso e à Exploração Sexual de Crianças e Adolescentes. Visando chamar a atenção para a data, a Secretaria Municipal de Assistência Social da Prefeitura de Votuporanga está trabalhando em uma nova campanha realizada pelo CREAS (Centro de Referência Especializado de Assistência Social) que pretende mobilizar a sociedade e alertá-la contra estes crimes.

Nesta terça-feira (15/5), o prefeito João Dado visitou a equipe na sede do CREAS na Zona Norte e parabenizou os profissionais pelo trabalho no apoio as vítimas e também lembrou do Dia da Assistência Social, 15 de maio. O Chefe do Executivo esteve acompanhado do Secretário da pasta, Sérgio Adriano Pereira, o Serginho da Farmácia.

Esta é a 12ª Semana de Combate ao Abuso e à Exploração Sexual de Crianças e Adolescentes que consiste na divulgação e intervenções estratégicas sobre o Serviço de Enfrentamento à Violência, Abuso e Exploração Sexual contra menores em escolas municipais de Votuporanga e organizações da sociedade civil, entre elas a APAE (Associação de Pais e Amigos dos Excepcionais) e Recanto Tia Marlene.

No decorrer desta semana, são realizadas ações de articulação local para aprimorar os métodos de combate ao abuso e à exploração sexual, bem como a intensificação da divulgação e mobilização sobre a violência e os serviços de apoio oferecidos às vítimas e seus familiares, por meio do CREAS e da rede de atendimento do município, em pontos estratégicos e com grande fluxo de pessoas.

De acordo com a coordenadora do CREAS em Votuporanga, Daniela Ribeiro, as estratégias estão sendo aplicadas de formas distintas, conforme o público a ser impactado pelas orientações. “O tema é abordado de forma lúdica em sala de aula, orientando aos alunos das escolas municipais informações sobre esses crimes, como prevenir-se, como e onde denunciar; sempre recorrendo ao apoio de algum adulto de confiança. Nas organizações da sociedade civil, a intervenção está sendo desenvolvida por meio de capacitação de professores e monitores, que estão recebendo orientações de como identificar casos de abuso e exploração sexual e encaminhar para os órgãos de defesa e proteção dos direitos das crianças e adolescentes no município”.

O encerramento da Semana será no próximo sábado (19/5) a partir das 9h, com uma passeata que percorrerá parte da rua Amazonas até a Praça Cívica “Prof. Benedito Lopes de Oliveira”. Toda a população está convidada a participar do ato que terá a concentração de técnicos e populares em frente à Escola Estadual “Dr. José Manoel Lobo”, o IE, às 8h30. Ainda na Praça Cívica, equipes do CREAS e Conselho Tutelar farão um trabalho de orientação sobre as diversas formas de abuso e exploração sexual de menores e distribuirão folders informativos sobre o tema.

O evento conta com o apoio dos Conselhos dos Direitos da Criança e do Adolescente (CMDCA) e de Assistência Social (CMAS), Conselho Tutelar além das parcerias com as Secretarias Municipais de Trânsito, Transporte e Segurança, e da Educação.

Serviço de Apoio

É necessário ressaltar a importância no atendimento especializado e continuado às crianças e adolescentes vítimas de violência sexual, seja ato suspeito ou já consumado, explica a coordenadora do CREAS em Votuporanga, Daniela Ribeiro.

Atualmente, a unidade do CREAS acolhe 100 casos de abuso sexual de crianças e adolescentes em Votuporanga, sendo 75% deles praticados contra meninas e 25% contra os meninos. Mais da metade dessas vítimas, ou seja, 54 delas é formada por crianças com idades entre 0 e 11 anos. Os adolescentes, de 12 a 18 anos somam 46 casos em acompanhamento.

Quando se refere à exploração sexual ou prostituição de menores, a unidade é responsável por atendimento de 10 casos, sendo nove meninas e um menino. Todos eles são acompanhados por uma equipe multiprofissional do CREAS, composta por psicólogos e assistentes sociais. “Durante os anos de execução da Semana de intensificação do combate ao abuso e exploração sexual é possível observar o aumento no número de notificações e denúncias que chegam até o CREAS. Neste período, as equipes reforçam o trabalho de divulgação e mobilização quantos as formas de violência e os serviços de amparo às vítimas e familiares”, afirma Daniela.



Semana de Combate

A Semana de Combate ao Abuso e a Exploração Sexual de Crianças e Adolescentes foi criada em alusão ao dia 18 de maio, que foi instituído pela Lei Federal nº9970, de 17 de maio de 2000, como o Dia Nacional de Combate ao Abuso e a Exploração Sexual de Crianças e Adolescentes. A data foi escolhida para lembrar um crime bárbaro que chocou todo o país e ficou conhecido como o “Crime Araceli”, ocorrido em 1973, em Vitória-ES. Naquele ano, a menina Araceli Cabrera Crespo, de oito anos, foi espancada, violentada e assassinada, e após 45 anos o crime ainda continua impune.

Denúncia

Toda denúncia é anônima. Colabore e denuncie casos de exploração de menores por meio dos seguintes canais de denúncia:

-Disque 100

-Ouvidoria Municipal – 0800 770 3590

-Conselho Tutelar – 3422 4468 / 98134 5442

-Delegacia da Mulher - 180



Publicidade