GD Virtual - Sites e Sistemas Inteligentes
ÚLTIMAS NOTÍCIAS
Publicidade

CARLÃO PIGNATARI E FAUSTO PINATO SÃO ELEITOS PELA REGIÃO

Itamar Borges também continua deputado, mas região de Rio Preto perde vagas

Publicado em: 08 de outubro de 2018 às 06:43

CARLÃO PIGNATARI E FAUSTO PINATO SÃO ELEITOS PELA REGIÃO
Dos nove deputados estaduais que representavam a região de Rio Preto na Assembleia, apenas três se reelegeram, nenhum deles de Rio Preto. Continuam no Legislativo paulista a partir de 2019, o deputado Itamar Borges (MDB), de Santa Fé do Sul, Carlão Pignatari (PSDB), de Votuporanga, e Sebastião Santos (PRB), de Barretos.

Com 98,29% dos votos apurados até às 22h45 deste domingo, 7, Itamar Borges (PMDB) contabilizou 83.034 votos. Carlão recebeu tenho 73.976 votos. Já Sebastião Santos se reelegeu com 74.737 votos. "Estou muito feliz com o resultado. Eleição realmente para mim estou muito feliz com o resultado. Por outro lado, um tanto quanto chateado com relação a alguns colegas da Assembleia que não irão continuar. Sei o quanto trabalharam", afirmou Itamar, que é de Santa Fé do Sul. "Tenho consciência tranquila que fiz um trabalho muito amplo e vou continuar a ajudar a região e Rio Preto", afirmou.

Sebastião Santos agradeceu a votação em vídeo nas redes sociais, que gravou em Barretos ao lado da mulher, na noite deste domingo. "Foi uma eleição difícil, em que as pessoas não queriam votar", afirmou. "Mas estou disposto a seguir trabalhando pelo interior paulista", acrescentou. Antes de se tornar deputado estadual, Santos, que é pastor da Igreja Universal, foi vereador em Rio Preto e em Mirassol. O parlamentar vai para o terceiro mandado na Assembleia.

Carlão Pignatari vai para o terceiro mandato e afirmou que vai representar toda a região. "Estou muito feliz com o resultado e a confiança que depositaram em mim", afirmou ele ao Diário na noite deste domingo, 7. Sobre a redução da bancada da região na Assembleia e da própria votação em relação à eleição passada, quando teve 97.444 votos, o tucano atribuiu ao "efeito Bolsonaro". "O povo queria renovação", explicou. Ele destacou ainda que em Votuporanga, cidade da qual foi prefeito e que é seu principal reduto eleitoral, os votos brancos e nulos e as abstenções chegaram em 40%.


Os três deputados de Rio Preto, Vaz de Lima (PSDB), Orlando Bolçone (PSB) e João Paulo Rillo (PSOL) não conseguiram se reeleger. Vaz de Lima recebeu 51.520 votos, enquanto Bolçone teve 44.537 votos e Rillo, 30.012 votos.

Além deles, perderam a eleição os deputados Marco Vinholi (PSDB) 53.774, que teve e Beth Sahão (PT), 54.647 votos, , ambos de Catanduva, e Carlos Gimenes (PSDB), de Fernandópolis.




(Vinícius Marques- Diário da Região)


Publicidade