GD Virtual - Sites e Sistemas Inteligentes
ÚLTIMAS NOTÍCIAS
Publicidade

JOVEM MORRE APÓS PICADA DE ESCORPIÃO NA REGIÃO

Ela achou que fosse abelha, foi socorrida mas não resistiu. Fatalidade em Nova Granada

Publicado em: 19 de novembro de 2017 às 08:59

JOVEM MORRE APÓS PICADA DE ESCORPIÃO NA REGIÃO
A picada de um escorpião pode ter sido a causa da morte de uma jovem de 18 anos de Nova Granada (SP) nesta sexta-feira (17). O enterro da vítima Beatriz de Jesus dos Santos foi na tarde de ontem (18) e a família ainda tenta entender o que aconteceu.

No velório de Beatriz dos Santos, parentes e amigos lamentaram a morte prematura. “Era muito jovem, tinha um futuro pela frente. Era uma moça educada, simpática, era um doce de menina e vai fazer muita falta”, afirma o tio.

A família diz que a jovem estava em casa, tinha acabado de voltar do trabalho em um posto de combustível, quando foi picada no pescoço por um bicho. Os parentes acreditam que foi um escorpião, mas o bicho não foi encontrado.

Logo depois do acidente, Beatriz foi levada para o pronto-socorro de Nova Granada. Segundo a família, cinco horas depois dos primeiros socorros é que ela foi transferida para o Hospital de Base de São José do Rio Preto (SP), onde ficou internada por três dias. O pai de Beatriz disse que a jovem não tinha problemas de saúde.

O HB registrou um boletim de ocorrência e nele diz que Beatriz morreu depois de sofrer paradas cardiorrespiratórias. Os pais acreditam que a demora na transferência para um centro de referência foi determinante para o agravamento do estado de saúde.

“Passaram medicamento e mesmo assim não combatia os sintomas, ia piorando cada vez mais, ela começou a vomitar. Tinham de levar logo para um hospital”, diz o pai.

O laudo do IML (Instituto Médico Legal) vai determinar as causas da morte e deve ficar pronto em 30 dias. Sobre a reclamação da família da demora para a jovem ter sido encaminhada para o Hospital de Base de Rio Preto, a Secretária de Saúde de Nova Granada disse que estão aguardando os exames e que vai apurar se houve demora no atendimento.

(TVTEM/G1)

Publicidade