GD Virtual - Sites e Sistemas Inteligentes
ÚLTIMAS NOTÍCIAS
Publicidade

FEBRE AMARELA: Postos de Votuporanga continuam com vacina

No ano passado mais de 14,9 mil pessoas foram vacinadas na rede de saúde

Publicado em: 11 de janeiro de 2018 às 21:22

FEBRE AMARELA: Postos de Votuporanga continuam com vacina
A intensificação da vacina contra a febre amarela continua este ano em Votuporanga. A cidade não registrou casos positivos da doença em 2017, no entanto, a Secretaria Municipal da Saúde alerta sobre a importância da imunização.Com os estoques da vacina abastecidos, as unidades de saúde do município estão abertas para atender a população com a aplicação gratuita das doses.

Mesmo as pessoas que perderam ou não têm carteira de vacinação devem comparecer à unidade de saúde mais próxima. “Também serão vacinadas as pessoas que não têm nenhum registro de vacina contra a febre amarela. Quem já tem o registro da vacina, não vai precisar tomar a vacina. Os nossos profissionais estão capacitados para avaliar cada caso e por isso fazemos o chamamento a toda população para que se dirija até a unidade de saúde mais próxima para a vacinação”, explica a enfermeira responsável pelo setor de imunização, Danieli Fortilli.

Durante todo o ano de 2017, 14,9 mil pessoas foram vacinadas contra a febre amarela em Votuporanga; e nos dez primeiros dias de 2018, 76 pessoas vacinadas. O atual esquema de vacinas para adultos ocorre com a aplicação de uma dose da vacina contra a febre amarela, sem a necessidade do reforço. As doses são gratuitas e estão disponíveis em todas as unidades de saúde, de segunda à sexta-feira, das 7h às 17h.

Ações

Em 2017, a Prefeitura também reforçou as estratégias de prevenção e que estão sendo adotadas a rigor neste ano, dentre elas, a capacitação de profissionais sobre a febre amarela, manejo ambiental para retirada de criadouros do Aedes Aegypti para se evitar o acúmulo de água parada em recipientes destampados, a pulverização no entorno dos casos suspeitos de dengue, zika e chikungunya. Orientações de prevenção e visitas aos moradores fazem parte da rotina da rotina diária dos agentes comunitários de saúde e de endemias.

Prevenção

As pessoas devem ficar atentas e se vacinarem contra a febre amarela. Além disso, a prevenção da doença deve ser feita evitando a disseminação do mosquito transmissor. Recipientes como caixas dágua, latas e pneus com água parada são ideais para que a fêmea do mosquito deposite seus ovos, de onde nascerão larvas, e se tornarão mosquitos. Portanto, deve-se evitar o acúmulo de água parada em recipientes destampados. Outras medidas de prevenção são o uso de repelente de insetos e mosquiteiros.

Primatas

A Secretaria Municipal da Saúde esclarece que nenhum caso positivo de febre amarela foi registrado em Votuporanga. No ano passado, 18 macacos foram encontrados mortos no município, um segue sob a análise do Instituto Adolfo Lutz (IAL) e os demais já descartaram a febre amarela como causa.

Atenção

É importante destacar que os primatas não transmitem febre amarela e a Secretaria de Saúde pede o apoio da população para que não mate ou maltrate esses animais. Na natureza, os primatas se comportam como sinalizadores da presença do vírus e quando aparecem doentes ou mortos, apresentam-se aí indícios de que os humanos também estão expostos. Além disso, a matança de macacos gera um desequilíbrio ecológico e agrava a situação da febre amarela.

Maltratar, apreender ou perseguir animais silvestres configura crime ambiental (Lei Federal de Crimes contra o Meio Ambiente Nº 9.605, de 12 de fevereiro de 1998).

Se o morador encontrar algum macaco aparentemente adoentado, morto, ou já em estado de decomposição, ligar imediatamente para a Vigilância Ambiental, pelo 0800 770 9786.



Publicidade