GD Virtual - Sites e Sistemas Inteligentes
ÚLTIMAS NOTÍCIAS
Publicidade

PESQUISA DE VOTUPORANGA É TEMA NA ALEMANHA

Já foram atendidos em média 500 voluntários e 21 estudos concluídos

Publicado em: 04 de setembro de 2018 às 18:24

PESQUISA DE VOTUPORANGA É TEMA NA ALEMANHA
De Votuporanga para o mundo. A Unidade de Pesquisa Clínica (UNIPEC) da Santa Casa de Votuporanga, em parceria com a Unifev, participou de um encontro em Munique, na Alemanha. O Estudo de Registro de Insuficiência Cardíaca local teve um número de Inclusão significativo de Pacientes do Brasil, representando o Hospital no exterior.

O método de busca ativa da UNIPEC foi fundamental nesse processo. “A busca ativa é fundamental na pesquisa clínica, por esse motivo temos um profissional que se dedica a encontrar voluntários de acordo com o perfil da pesquisa. Este formato tem apresentado êxito em todos os estudos que participamos.”, contou a enfermeira coordenadora da Unidade, Renée Amorim, que esteve no encontro.

Ela enfatizou a atuação da Unidade. “Pesquisa clínica é qualquer investigação em seres humanos, envolvendo uma molécula nova ou uma nova indicação dessa molécula ou o desenvolvimento de próteses. Participamos dos estudos multicêntricos, envolvendo vários países e populações diferentes. Também desenvolvemos artigos dentro da Instituição tanto com colaboradores quanto à Unifev, para melhoria de qualidade da assistência a quem procura”, complementou.

Trajetória da UNIPEC

O médico investigador e coordenador de Medicina, Dr. Mauro Esteves Hernandes, destacou a importância da Unidade. “A UNIPEC surgiu com a possibilidade de fazer em Votuporanga o que já existia em grandes hospitais. Em 2008, implantamos esse projeto. Nós acreditamos que a pesquisa clínica traz renovação e desenvolvimento. Grandes instituições que possuem estudos são as mais procuradas no Brasil e exterior. Nosso objetivo é trazer algo que possa mudar a vida das pessoas”, ressaltou.

Nesses 10 anos de pesquisa na Santa Casa já foram atendidos em média 500 voluntários e 21 estudos concluídos. “São de várias drogas, medicamentos que mostraram redução de morte. Além disso, foram 15 publicações internacionais e nacionais, levando o nome da Santa Casa para exterior. Eu, Mauro, posso ajudar alguns pacientes, mas o voluntário de pesquisa pode ajudar milhões de pessoas porque os benefícios dos estudos serão disseminados para toda população mundial”, disse.

Terezinha Joana de Carvalho Amaral pode contribuir com a saúde mundial. Ela foi voluntária na pesquisa de Diabetes, destacando sua participação na UNIPEC. “Foi muito agradável e proveitoso. Eu me senti bem apoiada, você não é obrigada a vir, vem porque gosta. Me ajudou demais fazer parte da pesquisa, principalmente com os medicamentos. As pessoas, quando convidadas a integrar um estudo, tem que desmistificar a ideia. Quando chega aqui, já foi muito pesquisado”, afirmou.

Você que quer contribuir com os estudos, pode procurar a Unidade que está recrutando voluntários para as áreas de insuficiência cardíaca; diabetes tipo II em crianças; trombose infantil; intolerância a estatina, doença Valvar e arritmia, insuficiência renal crônica com anemia e triglicérides e colesterol alterados com diabetes tipo II. Mais informações no telefone 3423 5306.

Publicidade