GD Virtual - Sites e Sistemas Inteligentes
ÚLTIMAS NOTÍCIAS
Publicidade

Radialista Caju Neto escreve livro sobre rock nacional

O roqueiro votuporanguense conta a trajetória vivenciada na música nos anos 80

Publicado em: 18 de dezembro de 2020 às 07:47

Radialista Caju Neto escreve livro sobre rock nacional

São Paulo, início dos anos 80. No coração da metrópole o adolescente Cajú Neto vivenciou de maneira profunda as emoções, influências e as experiências musicais que bombardearam a juventude daquela época. De casas de show pequenas da capital paulista, viu surgir as primeiras bandas de punk rock que antecederam o “boom” dos inúmeros grupos que surgiriam a seguir para marcar de vez o rock nacional.

A partir desse ponto de vista pessoal de quem testemunhou a história musical, aliado a um trabalho profundo de pesquisa, com inclusão de fotos originais da época, entrevistas, relatos e vários outros conteúdos, chega às livrarias o “Grito Suburbano e o boom do rock nacional nos anos 80”. Esse é o título do primeiro livro do votuporanguense de coração, radialista, jornalista e diretor da Rádio WEB FM, Cajú Neto.

A obra será publicada pela THS Editora e o lançamento será no dia 20 de dezembro, às 14h30, na Lord Lion Cervejaria, em Votuporanga, em evento que contará com show de Gustavo Bolzan. Cajú Neto comenta que o conteúdo tem a intenção de traçar a linha do tempo do surgimento e a atividade criativa das bandas de punk rock lançadas em São Paulo e em outros estados. Desde as apresentações em casas de shows pequenas até os grandes festivais, passando por bandas que tocavam para dez pessoas e que depois se apresentariam para milhares nas primeiras edições do Rock in Rio.

“Desse movimento surgiram grandes bandas do rock nacional como Ratos de Porão, Inocentes, entre outras, chegando ao grande boom do rock nacional. Em Brasília, surgiram RPM, Plebe Rude, Capital Inicial, Legião Urbana. Em São Paulo já estavam estourados o Ira! e os Titãs. No Sul, os Engenheiros do Hawaii surgiam. Na Bahia, Camisa de Vênus. As bandas saíram de porões e de casas de shows pequenas como Madame Satã e Ácido Plástico para se apresentar em grandes palcos, como o Canecão no Rio de Janeiro e o Olímpia em São Paulo”, descreve o autor. Segundo Cajú, o livro expõe toda a linha do tempo do rock nacional, resgatando inclusive as bandas de rock que se aventuraram no cinema nacional, e outras que apareceram em coletâneas e nunca mais tocaram.

A pesquisa teve início em 2011 na faculdade de jornalismo, quando o trabalho de conclusão de curso mergulhou na cena punk em São Paulo dos anos 1980. Para o livro, a ideia foi mostrar a explosão das bandas com influência punk, de acordo com o testemunho e olhar pessoal do autor. “Vivi a cena punk entre 1982 e 1987. Bebi da fonte com o privilégio de ter curtido centenas de shows”, comenta.

O autor destaca que fez um trabalho profundo de pesquisa e contou com a colaboração de várias pessoas, destacando como fontes as colaborações de Clemente do Inocentes e Plebe Rude, Rosane Medeiros e Rui Mendes com as fotos originais da época e de informações relatadas em “lives” pela internet com figuras como Guilherme Isnard da banda Zero, Kiko Zambianchi, Finho da banda 365, entre outros.


LIVRO: “Grito Suburbano e o boom do rock nacional nos anos 80”

AUTOR: Cajú Neto

EDITORA: THS Editora

LANÇAMENTO: 20 de dezembro, 14h30

LOCAL - Lord Lion Cervejaria, avenida Emílio Arroyo Hernandes nº 4525 – Votuporanga-SP

GB COMUNICAÇÃO & MÍDIA – Jociano Garofolo (17) 996317904

Publicidade