GD Virtual - Sites e Sistemas Inteligentes
ÚLTIMAS NOTÍCIAS
Publicidade

Cooperativa investe em atividades de conscientização

O projeto tem dado resultado, integrando as famílias participantes da Coopervinte com a sociedade

Publicado em: 28 de abril de 2016 às 19:49

A Cooperativa de Reciclagem de Votuporanga (Coopervinte) investe em atividades lúdicas para a conscientização ambiental. Desde o ano passado, a cooperativa apresenta peça de teatro para a comunidade, destacando a importância do descarte adequado de resíduos.

O projeto tem dado resultado, integrando as famílias participantes da Coopervinte com a sociedade, valorizando o trabalho e coleta seletiva.

A iniciativa fez parte do projeto “Reciclar é Preciso”, implantado no município. O grupo já esteve em eventos do Ambulatório Médico de Especialidades (AME), da Prefeitura de Votuporanga na Semana Interna de Prevenção de Acidentes de Trabalho (Sipat) e em escolas municipais.

Elias Ghiotto, agente de inclusão produtiva da Coopervinte, contou que a apresentação da peça causa comoção do público. “Sentimos que o projeto, além de destacar a importância da reciclagem, também traz a sociabilização das famílias participantes”, disse. A apresentação teatral está à disposição de empresas, entidades, basta fazer o agendamento pelos telefones: 3423-5820 ou 99119-7126 – falar com Elias.

Além deste papel de integração entre cooperativa e sociedade, a peça retrata o trabalho da Coopervinte. Atualmente, são 50 famílias cooperadas, que ganham de R$ 800 a 1.000 por mês.

A cooperativa retira do meio ambiente, toneladas de produtos que, após serem coletados, são destinados para a reciclagem de forma correta e sem causar danos à natureza. Vidro, papelão, isopor, papel e plástico estão entre os materiais com maior volume recolhido.

“Aqueles que jogam no lixo, deixam de colaborar com essas famílias. O Coopervinte retira, em média, 150 toneladas por mês de recicláveis”, complementou Elias. A unidade possui dois galpões: um no norte, ao lado do Ecotudo e um no sul, no antigo prédio do IBC.

A cooperativa é vinculada à Secretaria Municipal de Assistência Social com apoio da Saev Ambiental. A coleta seletiva de porta em porta é terceirizada pela autarquia, possibilitando maior agilidade e abrangência do projeto, sendo que os moradores deverão deixar os recicláveis nas lixeiras ou calçadas. Há um cronograma para cada região e os serviços acontecem de segunda a sexta-feira.

Origem

A Coopervinte nasceu de uma iniciativa de 20 mulheres, em parceria com a Secretaria de Assistência Social. Na ocasião, elas se reuniram com assistente social e diretora do Departamento de Projetos Institucionais da Prefeitura, Márcia Passos.



O município fornece alimentação, coleta seletiva com a terceirização, cesta básica, apoio técnico e galpões, inclusive veículos e equipamentos.



Publicidade