GD Virtual - Sites e Sistemas Inteligentes
ÚLTIMAS NOTÍCIAS
Publicidade

Polo da Beleza forma 75 novos profissionais

Os participantes concluíram cursos nas áreas de assistente de cabeleireiro; depilação e design de sobrancelha; manicure e maquiagem

Publicado em: 18 de junho de 2016 às 11:03

Polo da Beleza forma 75 novos profissionais
O mercado de trabalho recebeu, nesta quinta-feira (16/6), mais 75 profissionais do ramo estético. O Polo Regional da Beleza do Fundo Social de Solidariedade de Votuporanga (FSS) realizou a entrega de certificados das oitava e nona turmas no Centro de Convenções Jornalista Nelson Camargo.

Os participantes concluíram cursos nas áreas de assistente de cabeleireiro; depilação e design de sobrancelha; manicure e maquiagem. As aulas aconteceram de segunda, terça e quarta-feiras, das 19 às 22h20, no Centro de Educação e Cidadania (CEC) “Leila Valquíria de Souza”, no Conjunto Habitacional Sonho Meu.

O projeto é uma realização do Fundo Social de Solidariedade de Votuporanga em parceria com o Fundo Social de Solidariedade do Estado de São Paulo (FUSSESP). Desde 2013 – quando foi implantado, 336 pessoas se qualificaram, inclusive de municípios da região como Álvares Florence, Cardoso, Cosmorama, Nhandeara, Paulo de Faria, Pontes Gestal, Riolândia e Valentim Gentil.

A presidente do FSS, Juliana Castrequini Marão, destacou que o mercado da estética não para de crescer. “É um segmento que está em desenvolvimento, mesmo com a crise. Que vocês tenham muito sucesso”, afirmou.

Ela falou sobre a última formatura do Polo da Beleza, do Fundo Social em parceria com o Governo. “O FUSSESP selecionou 24 cidades da região para sediar o projeto. Votuporanga foi escolhida. Entretanto, há alguns meses, o convênio foi encerrado e a Prefeitura não deixou de oferecer, mantendo financeiramente o Polo da Beleza”, complementou.

Homenagem a Maria Cristina

Juliana falou sobre a denominação do Polo da Beleza que passará a ter como patrona a ex-funcionária do Fundo Social de Solidariedade, Maria Cristina da Silveira Fernandes. Ela faleceu dia oito de março deste ano, aos 57 anos. “A Cris foi uma heroína no FSS. Amo, amei e amarei a Cris para eternidade. Não existem palavras para demonstrar tanto sentimento”, disse.

Emocionado, o marido de Maria Cristina, Sérgio Fernandes, falou em nome da família. “Ficamos juntos por 34 anos. Ela faz muita falta, mas o que nos alimenta é que ela ainda está conosco. Seu prato predileto é arroz, feijão e bife. Perfume? Pele. Roupas? Para as filhas. Amor? Acredito que era eu. Estamos muito felizes de ver que um projeto que ela tanto se dedicou levará seu nome”.

Por sua vez, o vereador Emerson Pereira – representando a Câmara, falou de sua convivência com a ex-servidora. “Quando o Fundo Social se juntou à Secretaria de Direitos Humanos, vi o empenho dela, ela amava o que fazia. Eu saía às 17h30 e ela ficava ali até as 20h. Já precisei ir na Secretaria no final de semana e ela também estava lá”, afirmou.



Publicidade