GD Virtual - Sites e Sistemas Inteligentes
ÚLTIMAS NOTÍCIAS
Publicidade

MAIS DE 900 ATENDIMENTOS NO MUTIRÃO DO MEI DE VOTUPORANGA

Nos últimos dois dias (23 e 24/8) e cerca de 350 aproveitaram o evento para abrir empresa

Publicado em: 25 de agosto de 2017 às 17:21

MAIS DE 900 ATENDIMENTOS NO MUTIRÃO DO MEI DE VOTUPORANGA
A primeira edição do Mutirão do MEI (Microempreendedor Individual) realizada em Votuporanga foi considerada pelos organizadores e parceiros um grande sucesso. Mais de 900 pessoas passaram pelo Centro do Empreendedor nos últimos dois dias (23 e 24/8) e cerca de 350 aproveitaram o evento para abrir empresa ou regularizar o cadastro que já estava aberto, seja por conta de alterações no ramo de atividade ou até mesmo de endereço.O Mutirão é um projeto da TV TEM em parceria com a Prefeitura de Votuporanga e Associação Comercial com apoio do Sebrae e participação da Associação dos Contabilistas da Região de Votuporanga, Banco do Povo, Previdência Social, Receita Federal, Jucesp, Câmara Municipal, Corpo de Bombeiros e Flash Net.

O Centro do Empreendedor, local escolhido para realização do Mutirão em Votuporanga, favoreceu a integração de todos os órgãos envolvidos no processo de regularização dos MEis e agilizou o acesso das pessoas aos setores, evitando deslocamentos e também possíveis gastos.

A consultora de negócios do Sebrae Votuporanga, Evelise Galbe, destacou e agradeceu a união dos setores, “desde os contadores de mais de oito escritórios que atuaram voluntariamente até todos os outros órgãos que normalmente não se envolvem, obrigatoriamente, neste fluxo de abertura e regularização de um MEI mas que, sem dúvida, agregaram muito ao sucesso destes dois dias de Mutirão”.

O secretário de Desenvolvimento Econômico de Votuporanga, Rolandinho Nogueira comemora os resultados. “Os números superaram as nossas expectativas. A parceria entre todos os órgãos envolvidos foi fundamental para este excelente serviço prestado à população de Votuporanga. Isso tem um significado importante na economia da nossa cidade, porque são várias pequenas empresas que passarão a gerar renda e emprego”, afirmou.

A Associação Comercial, por exemplo, ofereceu atendimento com informações sobre o apoio oferecido pela entidade a quem abriu atividades ligadas ao comércio. “Foi um movimento muito importante, em que todos se dispuseram a contribuir e assim auxiliar, significativamente, na geração de emprego e renda”, falou o presidente da ACV, Celso Penha Vasconcelos.

Equipes do INSS esclareceram dúvidas sobre aposentadorias, entre outras. A Jucesp – Junta Comercial do Estado de São Paulo, que funciona em Jales, também esteve com atendimentos presenciais.“Durante estes dois dias oferecemos oportunidades das pessoas que trabalham na informalidade melhorarem seus rendimentos e obterem também as vantagens da formalização como os benefícios previdenciários, por exemplo. Importante dizer ainda que também tivemos pessoas da região beneficiadas, como das cidades de Cardoso, Parisi, Valentim Gentil, Álvares e até Palmeira D´Oeste”, contou o prefeito João Dado.

Banco do Povo

O Banco do Povo de Votuporanga também participou do Mutirão do MEI e atendeu cerca de 50 pessoas. O órgão apresentou as diversas linhas de crédito voltadas aos microempreendedores individuais, que variam de R$ 7.500,00 a R$ 20.000,00 de acordo com as características do empreendedor. “Quem passou por lá também pode aproveitar o Mutirão para conhecer as possibilidades de crédito para comprar uma máquina ou adaptar uma instalação e através dessa captação de recursos fazer com o que o negócio se prospere”, explicou o prefeito João Dado.

O crédito disponível, atualmente, no Banco do Povo é o maior da história do órgão em Votuporanga. “Conquistamos um repasse significativo este ano de R$ 360 mil junto ao Governo do Estado. E a Prefeitura repassou outros R$ 40 mil, totalizando R$ 400 mil para contribuir nessa ajuda a quem está começando um negócio. Procure o Banco do Povo e veja como a entidade pode te auxiliar”, ressaltou Dado.

O Banco do Povo atende de segunda a sexta-feira, das 8h às 16h, na Galeria Central, localizada na Alameda Padre Edemur, próximo à praça Dr. Fernando Costa. O telefone é o (17) 3422-3664.

O que é um MEI

Um microempreendedor individual é aquele que trabalha por conta própria e se legaliza como pequeno empresário, em mais de 500 atividades. Para se enquadrar nas regras é necessário ter atividade permitida, faturar no máximo R$ 60 mil por ano, não ter participação em outra empresa como sócio ou titular e ter no máximo um empregado contratado, que receba o salário mínimo ou o piso da categoria. O empreendedor tem direito a carga tributária reduzida e faz o pagamento de carnê mensal, que varia de R$ 45 a R$ 60, de acordo com a atividade.

Publicidade