GD Virtual - Sites e Sistemas Inteligentes
ÚLTIMAS NOTÍCIAS
Publicidade

Votuporanga é destaque no IDEB

O indicador municipal está acima das médias estadual (6,4) e nacional (5,5) e, segundo o Governo Federal, se equipara ao de países desenvolvidos

Publicado em: 08 de setembro de 2016 às 19:24

O Ministério da Educação divulgou nesta quinta-feira (08) o resultado do IDEB (Índice de Desenvolvimento da Educação Básica) de 2015. Nos primeiros anos do ensino fundamental, a rede municipal de ensino de Votuporanga alcançou a nota 6,6, evoluindo em comparação com o índice de 2013, quando registrou 6,4. O indicador municipal está acima das médias estadual (6,4) e nacional (5,5) e, segundo o Governo Federal, se equipara ao de países desenvolvidos.

Com esta nota, a educação de Votuporanga se consolida como uma das melhores do País. Entre as cidades com população entre 50 e 100 mil habitantes, Votuporanga figura entre as cinco melhores do Estado de São Paulo, atrás apenas de Jaguariúna, Boituva, São João da Boa Vista e Amparo. “Se quisermos um País melhor, no futuro, é preciso investir em educação hoje. E é isso que fizemos desde o início do nosso mandato”, afirma o prefeito Junior Marão.

O prefeito destaca que Votuporanga sempre figurou entre as melhores notas do País e ressalta os investimentos feitos nos últimos anos. “As escolas da Prefeitura são semelhantes e, muitas vezes, melhores que as particulares. Temos um material didático de qualidade, investimos em tecnologia, através de lousas digitais e notebooks para os professores; em equipamento pedagógicos, e, principalmente, nos nossos professores”, disse.

A evolução na nota do IDEB em 2015, segundo Marão, se deve a um conjunto de fatores, mas principalmente pelo trabalho de professores, diretores, coordenadores e todos os colaboradores da Secretaria Municipal da Educação. “É um trabalho de todos, por isso, gostaria de parabenizar os nossos funcionários pela dedicação e construção de uma educação de qualidade em Votuporanga”, afirmou.

A secretária da Educação, Silvia Cristina Rodolfo, destaca o trabalho em equipe. “É uma conquista de todos, da equipe pedagógica, dos profissionais das escolas e, principalmente, dos professores”, disse.

Segundo Silvia, os programas de Reforço Escolar no contraturno, implantado em 2014, e Aprender Melhor, na rede desde 2011, contribuíram para a evolução na nota do IDEB. “São ações voltadas para os alunos com maior dificuldade de aprendizagem e resolvemos, assim, problemas pontuais de assimilação do conteúdo. A nossa meta é dar suporte para que a criança supra as duas dificuldades e avance no processo de aprendizagem de forma tranquila”, afirmou.

A rede municipal de ensino é composta por 7,1 mil alunos, sendo 3,7 mil só do ensino fundamental, matriculados em 28 unidades de ensino, entre escolas de ensino fundamental e creches. São 397 professores, entre PEB I, PEB II e professores adjuntos, além de 156 educadores infantis e 47 técnicos em educação.

Publicidade