GD Virtual - Sites e Sistemas Inteligentes
ÚLTIMAS NOTÍCIAS
Publicidade

Campanha de alunos da UNIFEV contra assédio sexual

A intervenção partiu dos universitários do 7º período de Psicologia

Publicado em: 29 de fevereiro de 2020 às 09:49

Campanha de alunos da UNIFEV contra assédio sexual

Os alunos dos cursos de graduação dos dois campi da UNIFEV (Centro e Cidade Universitária) têm notado, desde a semana passada, nos banheiros da Instituição, a presença de caixas educativas, contendo mensagens contra o assédio sexual e referentes à conscientização do uso de métodos preventivos. A intervenção partiu dos universitários do 7º período de Psicologia, coordenada pela docente da graduação Profa. Ma. Adriana Silva de Oliveira.

O material desenvolvido pelos estudantes consiste em duas caixas com cores diferentes, sinalizadas com as mensagens Abra e Não Abra. No interior da primeira, podem ser encontrados pacotes de preservativos (feminino e masculino), além de algumas frases como: Proteja-se sempre, use camisinha!; Curta as festas protegidos (as); e Deixe a camisinha entrar na sua festa, entre outras. Por sua vez, na segunda, os alertas são relativos ao combate do assédio sexual, entre eles: Não é não!; Depois do não, é tudo assédio!; O corpo dele (a) não é sua festa; Roupa curta não é convite etc.

De acordo com dados apresentados pelo Instituto Patrícia Galvão, em parceria com o Instituto Avon e o Data Popular, 73% dos alunos universitários entrevistados apontaram que conhecem casos de assédio ou de violência no ambiente acadêmico.

Para a Profa. Adriana, a ação visou alertar os estudantes sobre as várias formas de assédio e a importância da prevenção às Infecções Sexualmente Transmissíveis (IST), com o uso da camisinha. “É nosso dever como futuros profissionais da área da Saúde levar informações às pessoas, com o objetivo de desmistificar assuntos que nem sempre são abordados no cotidiano e passam despercebidos”, destacou.

OBA FESTIVAL

A iniciativa do Centro Universitário de Votuporanga não se restringiu apenas ao ambiente acadêmico: a proposta também invadiu o Carnaval do Oba Festival. Em quatro dias de festa, as caixas foram colocadas nos camarotes com a missão de conscientizar os foliões, para que curtissem o carnaval com responsabilidade.

Publicidade