GD Virtual - Sites e Sistemas Inteligentes
ÚLTIMAS NOTÍCIAS
Publicidade

Crianças do Colégio UNIFEV têm aulas experimentais pela internet

A intenção é que as turmas tenham encontros semanais em salas de aula virtuais no próximo semestre

Publicado em: 16 de julho de 2020 às 18:47

Crianças do Colégio UNIFEV têm aulas experimentais pela internet
Neste fim de semestre, as crianças da Educação Infantil e dos 1º anos do Ensino Fundamental I do Colégio Unifev estão participando de aulas experimentais com as suas docentes titulares, pela plataformaTeams, da Microsoft. Os encontros têm o objetivo de proporcionar a realização de conteúdos interativos e fortalecer vínculos entre os estudantes envolvidos, professoras e colegas de sala, além de apresentar a interface da nova ferramenta aos pequenos.

A exemplo das aulas síncronas e diárias já realizadas pela Escola aos alunos dos outros ciclos de ensino, as crianças do Pré I, Pré II e 1º ano também serão incluídas na metodologia. A partir do próximo semestre, a intenção é que as turmas tenham encontros semanais em salas de aula virtuais, durante uma hora.

A diretora do Colégio, Profa. Esp. Terezinha Joana de Carvalho Amaral, explicou que desde o início da pandemia os estudantes têm acesso aos conteúdos, por meio de videoaulas gravadas previamente por suas professoras. “Em virtude da faixa etária deles ficaria inviável incluí-los diariamente na plataforma, por isso estudamos, junto à equipe pedagógica, uma forma de adequar essa tecnologia à realidade de cada um. A partir de agora, o objetivo é mesclar atividades em tempo real com as gravadas”.

Jaqueline Albuquerque Gomes de Sousa, psicóloga da Educação Infantil e do Fundamental I, destaca que a fase vivida atualmente tem sido repleta de privações em aspectos importantes do convívio social, como afeto, abraços, passeios e relacionamento com pessoas, entre outros. “Os encontros proporcionam uma integração bastante positiva, as crianças podem ver e interagir com os amigos, além de terem o contato com a professora, que é uma referência para eles. Emocionalmente acrescenta, motiva e é um respiro em meio a dias difíceis. Acredito que alunos, professores e família sentirão as consequências positivas dessa nova fase”, finalizou.

Publicidade