Votuporanga
+15° C

Máx.: +17°

Mín.: +

Ter, 29.06.2021
GD Virtual - Sites e Sistemas Inteligentes
ÚLTIMAS NOTÍCIAS
Publicidade

Prefeitura de Votuporanga cancela o carnaval

Prefeito Jorge Seba tomou decisão após recomendação do comitê de enfrentando à covid

Publicado em: 08 de janeiro de 2022 às 12:20

Prefeitura de Votuporanga cancela o carnaval

Após reunião com a Câmara Técnica do Comitê de Enfrentamento à Covid-19, que entregou um relatório à Prefeitura de Votuporanga recomendando a não realização da festa de carnaval, o prefeito Jorge Seba, em coletiva realizada logo após reunião com os organizadores do evento, anunciou o cancelamento. Estiveram presentes a secretária da Saúde, Ivonete Félix do Nascimento; da Cultura e Turismo, Janaina Silva e o vice-prefeito Cabo Valter.

Dados da Vigilância Epidemiológica da Secretaria da Saúde, informam que na primeira semana deste ano, foram registrados 694 novos casos positivos.
O prefeito explica sobre a decisão tomada. "Nós nos baseamos desde o primeiro dia de governo nas nossas equipes que estão ligadas na vigilância sanitária e tivemos sempre o apoio do Comitê de Enfrentamento à Covid-19, que nos orientaram desde o início para sempre buscar a melhor decisão e mais uma vez vamos seguir o que é mais aconselhável neste momento e, por isso, decidimos cancelar o carnaval aqui em Votuporanga, seja público ou privado".
De acordo com a Secretaria da Saúde, a taxa de transmissão (R) da Covid-19 no atual cenário é de 2,12, o que significa que cada 100 pessoas infectadas contaminam outras 212 e essa mesma taxa na segunda onda, em março do ano passado, um dos piores momentos que tivemos foi de 1,89, que corresponde que cada 100 pessoas infectadas contaminaram 189.
A secretária da Saúde, Ivonete Félix, alerta para o alto índice de transmissão, que foi determinante para a decisão do Comitê de Enfrentamento. " Não esperávamos que o alto índice de casos positivos fosse ser tão agressivo, como estamos observando desde o começo do ano e foi essa necessidade de urgência em reunir nossa Câmara Técnica para tomar decisões, porque não podemos esperar e esses números foram muitos expressivos para não realizar o carnaval".
Fiscalização intensa
Outra medida anunciada nesta quinta-feira (6/1), é o reforço da fiscalização que ocorrerá neste fim de semana, para garantir o cumprimento dos protocolos de biossegurança estabelecidos pelo Decreto Municipal. A ação contará com a participação da Polícia Militar, Vigilância Sanitária Municipal e o setor de Fiscalização. Promotores de eventos que não cumprirem às regras pré-estabelecidas serão multados e poderão responder por processos administrativos e/ou judiciais.
Em 2021, diversas multas que variam de R$ 1.100,00 a R$ 3.300,00 foram aplicadas em locais que permitiram aglomeração de pessoas.
Proprietários que cederem seus imóveis, a título gratuito ou oneroso, para festa clandestina podem ser multados em R$10 mil, cada um. A lei foi sancionada pelo prefeito Jorge Seba em março de 2021, com o objetivo de proteger a população e evitar que tais espaços contribuam na disseminação do vírus.




Publicidade