GD Virtual - Sites e Sistemas Inteligentes
ÚLTIMAS NOTÍCIAS
Publicidade

JUSTIÇA DE VOTUPORANGA MARCA AUDIÊNCIA DE ACUSADO DE MATAR EX

Juiz negou liberdade do ex-companheiro e convocou testemunhas

Publicado em: 30 de outubro de 2019 às 11:58

JUSTIÇA DE VOTUPORANGA MARCA AUDIÊNCIA DE ACUSADO DE MATAR EX
A Justiça de Votuporanga negou liberdade provisória e marcou para 3 de fevereiro de 2020 a audiência de instrução processual do homem de 32 anos que matou a ex-companheira com dezenas de facadas, no dia 21 de julho deste ano, no bairro Vicentina, em Votuporanga.O juiz escreveu que o autor do bárbaro crime não tem direito de aguardar julgamento em liberdade. Na audiência serão interrogadas testemunhas comuns (tanto de defesa quanto de acusação), policiais civis, familiares da vítima e do réu, de Votuporanga e Mirassol, e o próprio acusado, Richard Bruno Rossan Botelho.

ACUSAÇÃO

A Promotoria Pública de Votuporanga denunciou formalmente o réu por feminicídio. A vítima, Claudenice Ferreira Muniz, 43 anos, levou ao menos dez facadas. O crime foi na avenida Aureo Ferreira, no bairro Vicentina,

Após a fase de instrução o juiz deve mandar o rapaz pra júri popular. De acordo com a denúncia, o acusado "encurralou" a vítima no banheiro, desferindo os golpes em regiões letais, como pescoço, tórax e cabeça.

Segundo o processo, o assassino era usuário de crack e brigou com a vítima, que discordava do vício. Após o crime o criminoso fugiu pra Mirassol, onde foi preso. Ele aguarda o julgamento preso.


Publicidade