GD Virtual - Sites e Sistemas Inteligentes
ÚLTIMAS NOTÍCIAS
Publicidade

Câmara de Votuporanga suspende atendimento por causa da Covid-19

Sessões continuam só com vereadores e imprensa. Funcionários acima de 60 anos dispensados

Publicado em: 08 de maio de 2020 às 17:48

Câmara de Votuporanga suspende atendimento por causa da Covid-19
Seguindo o novo decreto do Governador João Dória, que estendeu o período de quarentena até o final do mês de maio, a Câmara Municipal de Votuporanga informa a toda população que a partir de segunda-feira, dia 11, não haverá atendimento ao público, bem como não terá atendimento no gabinete dos vereadores. A medida deve-se a evitar aglomeração de pessoas contra a disseminação do Coronavírus – Covid-19, respeitando as normas estabelecidas pelo decreto do Governo de São Paulo.

A determinação partiu da Mesa Diretora, por meio do Presidente Mehde Meidão e pelo 1º Secretário da Casa de Leis, Daniel David. “Após acompanhar a coletiva do governador João Dória, viu-se a necessidade de manter reduzidos os trabalhos presenciais do Legislativo como forma de combater o avanço da Covid-19”, afirma o presidente Meidão.

O Ato da Mesa Diretora determina ainda que as sessões ordinárias, extraordinárias e reuniões de comissões permanentes serão mantidas. Contudo, o acesso é restrito a vereadores, servidores da Casa de Leis e a imprensa. Os trabalhos legislativos durante as sessões ordinárias serão transmitidos via Facebook pela página oficial da Câmara Municipal e ainda pela TV Unifev e Youtube. Para mais informações, a população pode utilizar os canais de atendimento: telefone 3421-1188 ou pelo e-mail administração@camaravotuporanga.sp.gov.br.

Também a partir de segunda-feira, dia 11, não haverá atendimento ao público e os trabalhos internos somente até o meio-dia. Também foi determinado o rodízio da equipe de trabalho para diminuir ao máximo o número de pessoas durante o trabalho interno.

Além disso, as sessões ordinárias voltarão a ser realizadas sem a presença de público no plenário Dr. Octávio Viscardi e os vereadores e servidores acima 60 anos de idade, estão dispensados sem prejuízos nos subsídios.

Publicidade