GD Virtual - Sites e Sistemas Inteligentes
ÚLTIMAS NOTÍCIAS
Publicidade

Cooperativa de reciclagem fecha por falta de dinheiro na região

Lixo acumula em galpão de Ilha Solteira com paralisação do trabalho

Publicado em: 05 de maio de 2016 às 07:09

Sem recursos, financeiros e materiais, os cooperados reunidos na Cooperativa de Reciclagem de Lixo de Ilha Solteira (COOPERSELI) decidiram paralisar, por tempo indeterminado, as atividades. Com isso, a coleta do lixo reciclável deve ser comprometida.



Segundo Adauto Francisco Sales, representante dos cooperados, a decisão de paralisar as atividades foi tomada, porque as condições de trabalho na Cooperativa estão precárias. “Estamos com uma esteira, que já tem treze anos e está com muitos problemas. O motor está marrado por uma corda, para não cair. Nossas duas prensas ainda funcionam. Mas estão com vários problemas e vazando óleo. Também não temos equipamentos de proteção para trabalhar. E, devido a esses problemas, o lixo está ficando acumulado”, disse Sales.

Sem manutenção e já antigos, os equipamentos quebram com frequência. Com isso, montanhas de lixo reciclável se acumulam na Cooperativa, inclusive do lado de fora do barracão. Muitos, devido ao sol e a chuva, até já perderam o valor. “A Prefeitura ficou de arrumar em janeiro. Mas, até agora, nada”,

Também faltam trabalhadores na Cooperativa. Hoje são onze, e apesar da crise no país, está difícil arrumar novos cooperados, o que também compromete o trabalho com o lixo. E o motivo é o salário. No que será pago este mês, cada cooperado receberá menos que um salário mínimo: R$ 702,00. Entre os motivos para o baixo valor, estaria a queda no preço dos itens comercializados pela COOPERSELI e queda na produção (provocada pela qualidade dos equipamentos).

A Câmara chegou a incluir no orçamento deste ano, a possibilidade da COOPERSELI receber até R$ 100 mil da Prefeitura. Mas, até agora, nada foi repassado. E, devido a crise financeira do Município, é pouco provável que isso aconteça. “Até agora não vimos a cor desse dinheiro


Coleta – Os Cooperados já não farão a coleta do lixo reciclável. A expectativa é que ela seja feita apenas por funcionários da Prefeitura. Por isso, ela pode atrasar. “Para voltarmos a trabalhar, é preciso resolver todos esses problemas, principalmente arrumar nossos equipamentos, acabar com o lixo aqui de dentro”, afirmou Sales.

O ilhadenoticias.com tentou falar com o secretário de Obras e Serviços Públicos da Prefeitura, Valentim José Gerlim, mas ele não foi localizado.



(ilhadenoticias)





Publicidade