GD Virtual - Sites e Sistemas Inteligentes
ÚLTIMAS NOTÍCIAS
Publicidade

Estado libera R$29,1 milhões para complexo Funfarme

Verba vai para Hospital de Base e outros setores da fundação de Rio Preto

Publicado em: 29 de junho de 2020 às 18:37

Estado libera R$29,1 milhões para complexo Funfarme
O Governo do Estado de São Paulo anunciou a liberação de R$ 29,1 milhões para o complexo hospitalar da Funfarme para o enfrentamento à COVID-19, além de 17 novos respiradores. O anúncio foi feito pelo vice-governador e secretário de Governo, Rodrigo Garcia, em cerimônia realizada, sábado (27 de junho), no Centro de Convenções da Famerp, com a presença de reduzido número de diretores e lideranças do complexo hospitalar e autoridades públicas de Rio Preto e do Estado.

“O recurso para a Saúde totaliza R$ 29,1 milhões destinados ao Hospital de Base e Hospital da Criança e Maternidade (HCM), ampliando o número de leitos de UTI (Unidade de Terapia Intensiva) e enfermaria para o enfrentamento à pandemia de COVID-19”, ressaltou o vice-governador. “O trabalho desempenhado pelo Hospital de Base, HCM e a Famerp é fundamental para o combate à Covid-19 e o atendimento à população da região”, completou Rodrigo Garcia. Com o investimento, o número de leitos exclusivos para casos do novo coronavírus cresce significativamente no complexo hospitalar da Funfarme. Na UTI, salta de 58 para 131 (com 117 no Hospital de Base e 14 no Hospital da Criança e Maternidade) e, na enfermaria, passa de 103 para 310 leitos (incluindo 30 pediátricos). Assim, a principal referência em Rio Preto e região para doentes graves pode acolher mais pacientes, contando ainda com dez respiradores novos entregues pelo Governo do Estado para equipar leitos de Terapia Intensiva. O convênio prevê toda a estrutura necessária para ativação dos serviços, equipamentos e contratação de equipe multidisciplinar completa, com Clínica Médica e especialistas em Terapia Intensiva, Fisioterapia, Fonoaudiologia, Psicologia, Enfermagem e auxiliares administrativo e de limpeza. O pagamento ocorre em três parcelas de R$ 9,7 milhões.

A diretora administrativa do Hospital de Base, Dra. Amália Tieco, discursou em nome das lideranças do complexo hospitalar na ausência do Dr. Jorge Fares, diretor executivo da Funfarme, que se encontra internado no HB por ter contraído a Covid-19. Dra. Amália disse que a visita do vice-governador “coroa” o trabalho dos mais de 6.000 colaboradores do complexo Funfarme. “Seguindo a ciência, assim como a Secretaria de Saúde do município, estamos nos empenhando ao máximo para cuidar da saúde da população de Rio Preto e da região, contribuindo, inclusive, para minimizar os impactos da economia”, declarou a diretora do Hospital de Base.

Publicidade