GD Virtual - Sites e Sistemas Inteligentes
ÚLTIMAS NOTÍCIAS
Publicidade

Vacinação contra gripe atinge 72% da meta em Votuporanga

O município já imunizou 15.647 pessoas dos grupos prioritários. Durante a semana, as unidades de saúde do município funcionarão para vacinação mediante estoque das doses, das 7h às 17

Publicado em: 02 de maio de 2016 às 18:17

Com o Dia D contra a gripe, realizado no último sábado (30/4), Votuporanga chegou a 72% de cobertura de vacinação. O município já imunizou 15.647 pessoas dos grupos prioritários -crianças de seis meses a menores de cinco anos, gestantes, puérperas (mulheres que deram à luz a menos de 45 dias), idosos a partir de 60 anos, pessoas com doenças crônicas e trabalhadores da saúde.

A escolha dos grupos prioritários segue recomendação da OMS. Essa definição também é respaldada por estudos epidemiológicos e pela observação do comportamento das infecções respiratórias, que têm como principal agente o vírus da gripe. São priorizados os grupos mais suscetíveis ao agravamento de doenças respiratórias.

Durante a semana, as unidades de saúde do município funcionarão para vacinação mediante estoque das doses, das 7h às 17h. Em Votuporanga, 21.506 pessoas fazem parte dos grupos que poderão ser imunizados, sendo que a meta estipulada pelo Ministério da Saúde é vacinar pelo menos 80% desse total.

A imunização também abrange portadores de doenças crônicas, que devem levar receitas que comprovem medicamento de uso contínuo.

A vacina contra gripe é segura e reduz as complicações que podem produzir casos graves da doença, internações ou, até mesmo, óbitos. Estudos demonstram que a vacinação pode reduzir entre 32% e 45% o número de hospitalizações por pneumonias e de 39% a 75% a mortalidade por complicações da influenza.

A vacinação, que começaria no dia 30 de abril, foi antecipada no Estado de São Paulo para começo de abril por causa do aumento de casos de H1N1.

Sintomas

Os sinais e sintomas da gripe H1N1 são parecidos com os da gripe comum, mas podem ser mais graves e costumam incluir algumas complicações, como febre alta, tosse, dor de cabeça, dores musculares, falta de ar, espirros, dor na garganta, fraqueza, coriza e congestão nasal.

Contágio e Prevenção

O contágio da gripe ocorre através das secreções das vias respiratórias da pessoa contaminada ao falar, tossir ou espirrar. O vírus também é transmitido da forma indireta, por meio das mãos que podem levar o agente infeccioso direto à boca, olhos e nariz, após o contato com superfícies contaminadas por secreções respiratórias.

Medidas de prevenção à doença devem ser adotadas:

* Tomar os cuidados gerais de higiene pessoal;

* Lavar frequentemente as mãos com bastante água e sabão;

* Fazer uso do álcool gel;

* Usar lenços descartáveis para cobrir a boca e nariz ao tossir ou espirrar;

* Evitar aglomerações e o contato com pessoas doentes;

* Não levar as mãos aos olhos, boca ou nariz depois de ter tocado em superfícies ou objetos de uso coletivo, como maçanetas, telefones, entre outros

* Não compartilhar copos, talheres ou objetos de uso pessoal;

* Procurar assistência médica se surgirem sintomas compatíveis com os da infecção pelo vírus da influenza tipo A.

As pessoas que estiverem com a suspeita da doença devem fazer uso da máscara respiratória para interromper o ciclo de transmissão do vírus.

Publicidade