GD Virtual - Sites e Sistemas Inteligentes
ÚLTIMAS NOTÍCIAS
Publicidade

Pacientes da Santa Casa "ganham" fisioterapia solidária

A proposta é que os exercícios físicos melhorem o quadro do paciente

Publicado em: 03 de novembro de 2016 às 19:55

Pacientes da Santa Casa
Os alunos do 8º período do curso de fisioterapia da Unifev, supervisionados pelo fisioterapeuta e Professor Me. Ricardo Lúcio Martins, todas as segundas-feiras, das 13h às 17h, estão desenvolvendo exercícios com pacientes da unidade de Diálise da Santa Casa de Votuporanga. A proposta é que os exercícios físicos sejam uma forma de intervenção terapêutica que pode melhorar ainda mais as condições fisiológicas e psicológicas durante as sessões de hemodiálise.

“Os exercícios evitam as câimbras, melhora a circulação sanguínea, fortalece a musculatura, proporcionando disposição emocional. Nosso intuito é expandir outros horários de atendimento para beneficiar mais pacientes. Para isso, estamos estudando outros programas de exercícios”, explica Ricardo Lúcio Martins.

O gesto solidário dos alunos se estende às empresas e instituições que colaboraram como podem, já que para a realização desse trabalho, são necessárias doações de equipamentos e foi por isso, que a Associação dos Pacientes Renais de Votuporanga, APREVO, doou 5 mini-bikes. A empresa Lion Fitness, doou 10 jogos de alteres de 1 e 2 quilos e 10 pares de caneleiras de 1 a 3 quilos.

“Nosso objetivo é contribuir sempre com a melhoria da qualidade de vida dos pacientes. Quando os alunos nos informaram sobre a necessidade da compra dos aparelhos, buscamos parceiros para nos ajudar, pois sabemos da qualidade do trabalho que é realizado por essa equipe”, comenta a psicóloga e representante da APREVO, Luciana Maranho de Freitas.

“A Unifev e a APREVO estão sempre envolvidas em ações em prol da Santa Casa de Votuporanga. Assim como nós, esses parceiros estão preocupados em melhorar a saúde da nossa comunidade. A doação dos aparelhos trará um diferencial ainda maior para nossa assistência e a disponibilidade dos alunos em cuidar de forma humanizada dos nossos pacientes, é uma maneira de aprendizado na prática. Portanto, quero agradecer a todos envolvidos nessa causa,” finaliza o provedor Luiz Fernando Góes Liévana.

Publicidade