GD Virtual - Sites e Sistemas Inteligentes
ÚLTIMAS NOTÍCIAS
Publicidade

LEMBRE DE TOMAR A VACINA DA FEBRE AMARELA

Votuporanga não registrou casos positivos da doença em 2018

Publicado em: 23 de janeiro de 2019 às 13:19

Em Votuporanga, a Secretaria Municipal da Saúde da Prefeitura, por meio do Setor de Imunização, deu início a intensificação da vacinação contra a Febre Amarela, ofertando doses às pessoas que ainda não foram vacinadas. A cidade não registrou casos positivos da doença em 2018, no entanto, a pasta reforça a necessidade da imunização. Com isso, todas as unidades de saúde do município estão abertas para atender a população com disponibilização gratuita das doses.

Em nota expedida aos municípios, a Vigilância Epidemiológica do Estado de São Paulo alerta que casos de Febre Amarela no Vale do Ribeirinha foram registrados, inclusive com morte de humanos.

As pessoas que perderam ou não têm carteira de vacinação devem comparecer à unidade de saúde mais próxima. “Aqueles que não possuem nenhum registro de vacina contra a Febre Amarela precisam ser vacinados. Quem já tem o registro da vacina em carteira, não vai precisar tomá-la”, explica a enfermeira responsável pelo setor de imunização, Danieli Fortilli.

No decorrer do ano de 2018, 3.864 mil pessoas foram vacinadas contra a Febre Amarela em Votuporanga. O atual esquema de vacinas ocorre com a aplicação de uma dose da vacina, sem necessidade do reforço. A partir dos 9 meses de vida, todas as pessoas devem receber a dose uma única vez.

A vacina é gratuita e está disponível em todas as unidades de saúde, abertas de segunda à sexta-feira, das 7h às 17h, e também no horário do trabalhador, conforme o cronograma de cada uma das unidades.



Prevenção

As pessoas devem ficar atentas e se vacinarem contra a Febre Amarela. Além disso, a prevenção da doença deve ser feita evitando a disseminação do mosquito transmissor, o Aedes Aegypti. Recipientes como caixas dágua, latas e pneus com água parada são ideais para que a fêmea do mosquito deposite seus ovos, de onde nascerão larvas, e se tornarão mosquitos. Portanto, deve-se evitar o acúmulo de água parada em recipientes destampados. Outras medidas de prevenção são o uso de repelente de insetos e mosquiteiros.

Publicidade