GD Virtual - Sites e Sistemas Inteligentes
ÚLTIMAS NOTÍCIAS
Publicidade

PALESTRA DE SEPSE NA SANTA CASA

Evento marca o Dia Mundial da Sepse, comemorado em 13 de setembro

Publicado em: 09 de setembro de 2019 às 19:23

PALESTRA DE SEPSE NA SANTA CASA
Capacitar e atualizar profissionais para que, em tempo hábil, diagnostiquem a Sepse é a chave para o tratamento e manejo adequados desta síndrome que acomete cerca de 670 mil brasileiros por ano. Com este objetivo, a Santa Casa de Votuporanga irá promover um bate-papo com o coordenador de urgência e emergência do município, Dr. Chaudes Ferreira Júnior, nesta sexta-feira (13/9).

O evento será realizado no Espaço Unifev Saúde e aberto ao público, principalmente médicos, enfermeiros, especialistas da área. A palestra faz parte do cronograma do Hospital, que marca o Dia Mundial da Sepse, comemorado em 13 de setembro.

A Instituição implementou um protocolo, juntamente com o Instituto Latino Americano de Sepse (ILAS) recentemente. A ação institui pacotes de atendimento na primeira hora e de duas a quatro horas, colhendo uma série de exames (kit sepse) e acompanhamento em todos os momentos da internação.

A Sepse, também conhecida como infecção generalizada, é um conjunto de manifestações graves que ocorrem no organismo após uma infeção, causando várias alterações que danificam os órgãos. Essa é uma condição de alta morbimortalidade e, segundo o ILAS, é a principal causa de mortes em Unidades de Terapias Intensivas (UTIs) e de mortalidade hospitalar tardia, superando o infarto agudo do miocárdio e o câncer. “Estamos falando de saúde coletiva. A enfermidade não escolhe pacientes por sua unidade de atendimento, por isso nós, profissionais de saúde, temos que nos apropriar desse conhecimento para estarmos aptos a reconhecer os sinais que originam a doença e oferecer o melhor tratamento para o paciente”, disse.

O médico destacou a importância do bate-papo. “Aumentar a conscientização pública sobre o risco de que doenças infecciosas podem progredir para Sepse, por meio de educação em saúde e com foco na segurança do paciente, é um dos principais objetivos desta data. Assim, encontros levam à população conhecimentos sobre prevenção”, enfatizou.

O provedor da Santa Casa, Luiz Fernando Góes Liévana, convidou todos a participar. “Estamos envolvidos neste protocolo que salva tantas vidas e a palestra é uma das maneiras de discutir sobre a síndrome, ressaltando sua letalidade. Esperamos um grande público para que este conhecimento seja multiplicado”, finalizou.

Publicidade