GD Virtual - Sites e Sistemas Inteligentes
ÚLTIMAS NOTÍCIAS
Publicidade

Reumatologista explica relação do frio com as dores

Médico Matheus Gomes Giacomini explica que o inverno pode intensificar as dores em pacientes

Publicado em: 27 de agosto de 2020 às 09:37

O médico reumatologista do SanSaúde, Dr. Matheus Gomes Giacomini, explicou que o inverno pode intensificar as dores em pacientes com doenças como artrite, fibromialgia, lúpus e osteoartrite (popular artrose). “Este sintoma, provavelmente, ocorre pelo aumento da viscosidade do líquido sinovial (que lubrifica e alimenta a cartilagem articular tornando-o mais “grosso”), além da contração da musculatura como um todo visando elevar a temperatura corporal e também à constrição dos vasos que nutrem músculos e articulações, deixando-os mais sensíveis aos estímulos dolorosos”, disse.

A boa notícia é que é possível evitar estes desconfortos. “Mantenha sempre um bom controle da patologia em questão, com medidas não-farmacológicas associadas a medicações. Além disso, é importante realizar um alongamento adequado da musculatura como um todo, com atividade física (conforme orientado pelo profissional) e permanecer aquecido no inverno”, complementou.

Compressas e analgésicos

Dr. Matheus recomendou compressas mornas nos músculos dolorosos, além de medicamentos analgésicos (desde os simples, como dipirona e paracetamol, até codeína e tramadol) e anti-inflamatórios (nimesulida e diclofenaco, e glicocorticoides, como a prednisona), sempre prescritos pelo médico.

Mas, e o que é o reumatismo?

É um termo conhecido popularmente e que faz referência às doenças que acometem o sistema osteoarticular, ou seja, as articulações (juntas), ossos, músculos, bursas e tendões, além das patologias autoimunes sistêmicas, como lúpus. “Muitas vezes, o conceito é utilizado de forma equivocada para identificar as pessoas que têm alguns exames positivos, como o fator reumatóide, o FAN e a ASLO (antiestreptolisina O). Vale lembrar que sempre devemos ter muito cuidado com a solicitação e interpretação destas avaliações, pois muitas vezes apesar de positivas, não definem o diagnóstico. Procure sempre um reumatologista”, ressaltou.

Os sintomas são variados. “Boa parte delas cursa com dor, cada qual com sua característica. A fibromialgia apresenta sintoma muscular. Desconfortos próximos às articulações são comuns em tendinites/bursites. Lesões de pele, alterações no hemograma e inflamação renal ajudam no diagnóstico de lúpus”, exemplificou.

Tratamento

Todas estas patologias possuem tratamento, associado com medicamentos, exercícios físicos, fisioterapia, acupuntura, terapia ocupacional e adaptações da rotina. “Com estes fatores, conseguimos excelente controle de doença e uma boa qualidade de vida para os nossos pacientes!”, finalizou.

Publicidade