GD Virtual - Sites e Sistemas Inteligentes
ÚLTIMAS NOTÍCIAS
Publicidade

CUIDADO COM OS POMBOS: Alunos da UNIFEV e Prefeitura fazem alerta

Ação de orientação foi na praça da Catedral de Votuporanga

Publicado em: 14 de maio de 2019 às 19:24

CUIDADO COM OS POMBOS: Alunos da UNIFEV e Prefeitura fazem alerta
Os pombos podem parecer inofensivos, porém são causadores de doenças que podem afetar os sistemas respiratório e nervoso, além de causar dermatites e outros danos à saúde. Dessa forma, para evitar que pombos comprometam a qualidade de vida dos munícipes, a Prefeitura de Votuporanga, por meio da Secretaria Municipal da Saúde, em parceria com a Unifev (Centro Universitário de Votuporanga), realizou no último sábado (11/05), na Rua Amazonas, na praça da Catedral Nossa Senhora Aparecida (Igreja Matriz), uma conscientização de controle de pombos. A iniciativa partiu de indicação do vereador e presidente da Câmara, Mehde Meidão Slaiman Kanso.

Durante a ação, alunos do curso de Biologia da Unifev abordaram e conscientizaram os munícipes sobre as doenças transmitidas pelas aves, sintomas, como preveni-las e sobre a importância de não os alimentar.

Hoje, sua infestação nos centros urbanos é considerada um problema. Além de prejuízos materiais, eles causam problemas de saúde pública, transmitindo várias doenças, por isso, é importante que a população não dê alimentos, água ou abrigo aos pombos. Dessa forma, eles vão procurar alimentos por conta própria na natureza e migrar para outras regiões, sem prejuízo para a saúde e para o bem-estar.

Principais doenças transmitidas pelos pombos

Os pombos transmitem doenças de caráter alérgico, fungos, bactérias, insetos e ácaros. Entre elas estão: criptococose, histoplasmose, ornitose, alergias, dermatites causadas por ácaros e piolhos, salmonelose, gripe aviária e meningite.

As principais formas de transmissão acontecem quando aspiramos a poeira gerada pelas fezes ou ingerimos carnes e ovos contaminados por elas. Essas doenças também são transmitidas pelo piolho do pombo.

Sintomas

Os principais sintomas das doenças são dificuldade ao respirar, espirros, dor de cabeça, náuseas, vômitos, sensibilidade à luz, febre, fraqueza, feridas na pele e dor no peito.

Como prevenir

Para evitar as doenças transmitidas por pombos, devemos tomar os seguintes cuidados:

- Não deixe acumular fezes. Sempre que for limpá-las, proteja o nariz e a boca com máscara ou pano úmido e utilize luvas;

- Antes ou depois da limpeza, umedeça bem as fezes com solução desinfetante à base de cloro;

- Feche as partes em construção, telhados, beiras e vãos de ar-condicionado com tela ou alvenaria, para que eles não se alojem nesses locais;

- Proteja os alimentos e a água do acesso das aves e suas fezes;

- Para não atraí-los, recolha as sobras de alimentos de animais domésticos, aves de gaiola e criações.

Importante

Caso tenha contato com pombos e sinta algum sintoma das doenças, procure atendimento médico na UPA – 24 horas (Unidade de Pronto Atendimento) ou Hospital da Zona Norte “Fortunata Germano Pozzobon” para o atendimento necessário. Em caso de infestação de pombos, procure o Secez. Informações pelo 0800-770-9786.




Publicidade